Verbos irregulares são verbos que não se encaixam totalmente nos três paradigmas de conjugação existentes: a 1.ª conjugação, a 2.ª conjugação e a 3.ª conjugação. A irregularidade dos verbos pode se manifestar tanto no radical como nas terminações.

Embora não existam regras para a conjugação de verbos irregulares, é possível agrupar alguns verbos que apresentam padrões semelhantes de irregularidade, indo desde uma irregularidade muito acentuada, até uma irregularidade mais ligeira.

Verbos anômalos

Na conjugação destes verbos, são utilizados diferentes radicais primários:

Verbo serVerbo ir
Presente do indicativo  eu sou  eu vou
Pretérito imperfeito do indicativo  eu era  eu ia
Pretérito perfeito do indicativo  eu fui  eu fui
Pretérito mais-que-perfeito do indicativo  eu fora  eu fora
Futuro do presente do indicativo  eu serei  eu irei
Futuro do pretérito do indicativo  eu seria  eu iria
Presente do subjuntivo  que eu seja  que eu vá
Pretérito imperfeito do subjuntivo  se eu fosse  se eu fosse
Futuro do subjuntivo  quando eu for  quando eu for

Verbos irregulares fortes

Na conjugação destes verbos, o pretérito perfeito do indicativo apresenta um radical diferente do presente do indicativo. Consequentemente, esse radical diferente também está presente nos tempos verbais derivados do pretérito perfeito do indicativo (pretérito mais-que-perfeito do indicativo, pretérito imperfeito do subjuntivo, futuro do subjuntivo):

Presente do indicativoPretérito perfeito do indicativo
verbo querer  eles querem   eles quiseram
verbo trazer  eles trazem  eles trouxeram
verbo saber  eles sabem  eles souberam
verbo fazer  eles fazem  eles fizeram
verbo dizer  eles dizem  eles disseram
verbo poder  eles podem  eles puderam
verbo caber  eles cabem  eles couberam
verbo estar  eles estão  eles estiveram
verbo haver  eles hão  eles houveram

Verbos irregulares fracos

Os verbos considerados irregulares fracos ainda podem ser subdivididos em diversos tipos:

Verbos que apresentam formas irregulares na 1.ª pessoa do singular do presente do indicativo e em todas as pessoas do presente do subjuntivo:

Presente do indicativoPresente do subjuntivo
verbo medir  eu meço   que eu meça
verbo ouvir  eu ouço  que eu ouça
verbo pedir  eu peço  que eu peça
verbo perder  eu perco  que eu perca
verbo valer  eu valho  que eu valha
verbo requerer  eu requeiro  que eu requeira
verbo parir  eu pairo  que eu paira
verbo prover  eu provejo  que eu proveja

Verbos terminados em -iar que apresentam formas rizotônicas irregulares, sendo conjugadas segundo as regras dos verbos terminados em -ear. São conhecidos como os verbos que formam a palavra MARIO:

Presente do indicativoPresente do indicativo
verbo mediar  eu medeio  ele medeia
verbo ansiar  eu anseio  ele anseia
verbo remediar  eu remedeio  ele remedeia
verbo incendiar  eu incendeio  ele incendeia
verbo odiar  eu odeio  ele odeia

Verbos terminados em -ear que apresentam formas rizotônicas irregulares conjugadas com a vogal e presente no ditongo -ei com pronúncia aberta [éi]. Não há nenhuma acentuação gráfica que marque essa irregularidade: 

Presente do indicativoPresente do subjuntivo
verbo estrear  eu estreio
  ele estreia
  eles estreiam 
  que eu estreie
  que ele estreie
  que eles estreiem
verbo idear  eu ideio
  ele ideia
  eles ideiam     
  que eu ideie
  que ele ideie
  que eles ideiem

Verbos que apresentam alteração de u para o (fechado ou aberto) em algumas formas conjugadas do presente do indicativo e do imperativo afirmativo:

Presente do indicativoImperativo afirmativo
verbo sacudir  ele sacode  sacode tu
verbo sumir  ele some  some tu
verbo construir  ele constrói  constrói tu
verbo destruir  ele destrói  destrói tu

Verbos terminados em -guar, -quar e -quir, que apresentam formas rizotônicas com acentuação irregular, havendo a possibilidade de uso dessas mesmas formas com conjugação regular:

Com acento gráficoSem acento gráfico
verbo enxaguar  ele enxágua  ele enxagua
verbo adequar  ele adéqua  ele adequa
verbo averiguar  ele averígua  ele averigua
verbo delinquir  ele delínqua  ele delinqua

Verbos que apresentam variação vocálica de o ou e para u ou i em algumas formas do presente do indicativo e do presente do subjuntivo:

Presente do indicativoPresente do subjuntivo
verbo polir  eu pulo
  ele pule
  eles pulem  
  que eu pula
  que ele pula
  que eles pulam
verbo agredir  eu agrido
  ele agride
  eles agridem 
  que eu agrida
  que ele agrida
  que eles agridam

Veja também: Verbos irregulares no português.