As formas nominais do verbo são o infinitivo, o particípio e o gerúndio. Não fazem parte de nenhum tempo ou modo verbal. São chamadas de formas nominais porque desempenham tanto função de verbo, como função de nome.

Infinitivo

O infinitivo pode ser classificado em infinitivo pessoal (flexionado) e infinitivo impessoal (não flexionado). São utilizados em situações distintas.

Infinitivo pessoal

O infinitivo pessoal é usado maioritariamente em situações em que há um sujeito definido ou em que se pretende definir esse sujeito.

As terminações do infinitivo pessoal são iguais às do futuro do subjuntivo nos verbos regulares.

Exemplos de infinitivo pessoal

  • Verbo dar: dar, dares, dar, darmos, dardes, darem.
  • Verbo poder: poder, poderes, poder, podermos, poderdes, poderem.
  • Verbo rir: rir, rires, rir, rirmos, rirdes, rirem.

Exemplos de uso do infinitivo pessoal

  • Eu parei para eles verem o quadro.
  • Acho essencial aprenderem a cozinhar.
  • O padre pediu para os fiéis fazerem doações.

Infinitivo impessoal

O infinitivo impessoal é usado habitualmente em locuções verbais, em verbos preposicionados e quando não há um sujeito definido. 

As terminações do infinitivo impessoal são -ar para os verbos da 1.ª conjugação, -er para os verbos da 2.ª conjugação e -ir para os verbos da 3.ª conjugação. 

Exemplos de infinitivo pessoal

Exemplos de uso do infinitivo impessoal

  • Nós queremos saber se isso é verdade.
  • Elas gostam de ouvir samba.
  • Fazer exercício é importante.

Particípio

O particípio é usado na formação de tempos verbais compostos. Indica o estado da ação depois de finalizada, transmitindo assim uma noção de conclusão de ação verbal.

A maior parte dos verbos apresenta um particípio regular, terminado em -ado na 1.ª conjugação e em -ido na 2.ª e na 3.ª conjugação. 

Exemplos de verbos com particípios regulares

Há, contudo, verbos que, além dos particípios regulares, apresentam também particípios irregulares, habitualmente terminados em -to ou -so.

Exemplos de verbos com particípios regulares e irregulares

O particípio regular é usado preferencialmente na voz ativa, com os verbos auxiliares ter e haver. O particípio irregular é usado preferencialmente na voz passiva, com os verbos auxiliares ser e estar.

Exemplos de uso do particípio

  • Meus filhos acharam que ainda não tinham brincado o suficiente.
  • Quando lá cheguei a diretora já tinha resolvido o assunto.
  • Você sabe quando essa carta foi entregue?

Gerúndio

O gerúndio indica o estado de uma ação prolongada, que ainda está em curso, transmitindo assim uma noção de continuidade de ação verbal.

No gerúndio, os verbos da 1.ª conjugação terminam em -ando, os da 2.ª conjugação terminam em -endo e os da 3.ª conjugação terminam em -indo.

Exemplos de gerúndios

Exemplos de uso do gerúndio

  • Os alunos estão estudando matemática.
  • Minha avó vem descendo a escada devagar.
  • Vocês já estão indo embora?

Formas nominais com função de nome

Desempenhando função de nome, o infinitivo pode atuar como um substantivo, o particípio pode atuar como um adjetivo e o gerúndio pode atuar como um advérbio. 

Exemplos de infinitivo como substantivo:

  • É necessário defender a igualdade social. (a defesa)
  • Aceitar é compreender! (aceitação é compreensão)

Exemplos de particípio como adjetivo:

  • Meu filho é um menino estudado.
  • O capitão é entendido no assunto.

Exemplos de gerúndio como advérbio:

  • Entrando na escola, encontrei seu irmão. 
  • Chovendo, iremos embora.