Um verbo, quando conjugado no imperativo, indica uma ordem, pedido, comando, exortação, convite, conselho ou súplica. Com o imperativo, a pessoa falante leva o seu interlocutor a realizar uma ação, expressando o que quer que ele faça. 

Existem, contudo, verbos que não aceitam conjugação no imperativo, quer pelo próprio sentido que transmitem, quer por fatores fonéticos, semânticos ou morfológicos que levam à sua defectividade, ou seja, levam à não existência da conjugação de um verbo no modo imperativo.

Ausência do imperativo pelo sentido

Existem três verbos que não são, habitualmente, conjugados no imperativo:

Embora seja possível construir as formas verbais do imperativo, não são usadas porque a significação do verbo não o permite, encontrando-se, assim, em desuso a sua conjugação no modo imperativo.

Nota: O imperativo do verbo querer pode ser apenas usado em construções com o infinitivo: Queria aceitar este presente.

Ausência do imperativo por defectividade verbal

Existem vários verbos que não apresentam conjugação no modo imperativo porque são verbos defectivos, ou seja, são verbos que não possuem todas as formas verbais, não sendo conjugados em todas as pessoas, tempos ou modos.

Não apresentam imperativo afirmativo, nem imperativo negativo:

Apresentam apenas a 2.ª pessoa do plural do imperativo afirmativo. Não apresentam imperativo negativo: 

VerboImperativo afirmativo - vós
 falir fali vós
 reaver reavei vós
 precaver precavei vós
 ressequir ressequi vós
 florir  flori vós
 aguerrir aguerri vós
 embair embaí vós
 combalir  combali vós
 empedernir empederni vós
 renhir renhi vós

Apresentam apenas a 2.ª pessoa do singular e a 2.ª pessoa do plural do imperativo afirmativo. Não apresentam imperativo negativo: 

Verbo Imperativo afirmativo - tu Imperativo afirmativo - vós
 abolir abole tu  aboli vós
 retorquir retorque tu retorqui vós
 colorir colore tu colori vós
 demolir  demole tu demoli vós
 extorquir extorque tu extorqui vós
 carpir   carpe tu  carpi vós
 banir   bane tu bani vós
 brandir brande tu brandi vós
 ruir   rui tu ruí vós
 bramir brame tu   brami vós
 puir pui tu puí vós
 soer   sói tu  soei vós
 fremir freme tu fremi vós
 excelir  excele tu  exceli vós

Nota: Também não se emprega o imperativo na voz passiva.