O verbo ver atua, maioritariamente, como verbo transitivo direto, estabelecendo regência com um objeto direto sem a presença de preposições. Apesar disso, em algumas situações pode atuar como verbo intransitivo, transitivo direto e indireto e transitivo indireto.

Ver como verbo transitivo direto

O verbo ver é um verbo muito utilizado pelos falantes e apresenta diversos sentidos. Apresenta uma transitividade direta com a maior parte desses sentidos: enxergar, assistir, visitar algum lugar ou alguém, reparar em alguma coisa, chegar a uma conclusão, tentar descobrir, procurar fazer algo, fazer avaliação de algo, atender em consulta, lembrar, trazendo à memória, entre outros:

  • O menino está vendo televisão.
  • Eu ainda não vi o documentário.
  • Você viu a cara do assaltante?
  • Não vi sentido nenhum nas suas ações.
  • Verei o que foi feito.
  • Não tenho visto ninguém, estou trabalhando muito.
  • O médico já viu o paciente.
  • Vi-a feliz e fiquei descansada.
  • Não o vejo desde a festa.
  • Infelizmente, vejo situações tristes acontecendo por todo o mundo.
  • Anime-se! Vejo que ainda já solução!
  • Meu irmão foi ver um médico especialista.
  • Veja essa informação na conclusão do trabalho.
  • Por favor, veja se está tudo bem.
  • Não o vejo há tanto tempo!
  • Eles viram-se no espelho.
  • Aquelas amigas de infância ainda se veem muito.

Nota: A construção “não lhe vi”, muito usada pelos falantes, não é considerada correta segundo os padrões da norma culta.

Ver como verbo transitivo direto predicativo

Com o sentido de considerar ou julgar, o verbo ver atua como verbo transitivo direto predicativo, com o auxílio da conjunção como:

  • Vejo-me como um derrotado.
  • Todos viam o funcionário como um imprestável.

Ver como verbo transitivo direto relativo

O verbo ver pode atuar como verbo transitivo direto relativo, com o auxílio da preposição com no complemento relativo, quando apresenta o sentido de consultar ou solicitar um serviço:

  • Veja isso com o diretor.
  • Você quer que eu veja esse assunto com quem?

Ver como verbo intransitivo

É considerado um verbo intransitivo com o sentido de enxergar e de procurar algo:

  • Aquele senhor não vê.
  • As suas cartas? Veja ali.

Ver como verbo transitivo direto e indireto

Com o sentido de providenciar algo para alguém, atua como verbo transitivo direto e indireto, estabelecendo regência com a preposição para com o objeto indireto:

  • Vou ver um carro novo para você.
  • Ela disse que ia ver uma tarefa mais fácil para mim.

Ver como verbo transitivo indireto

Com o sentido de considerar como bom e atraente, o verbo ver pode atuar como verbo transitivo indireto, estabelecendo regência com a preposição em:

  • O que você vê em mim?
  • Não sei o que vocês veem nele?

Saiba mais sobre a regência verbal e veja também a conjugação do verbo ver.